BATALHA NA MATA DA PIRELLI – VI

Ecos na blogosfera do meu quase-sobrinho, CJK, sobre a audiência pública do “Refúgio Silvestre” da Marituba, antiga Fazenda Pirelli.

tipoassimfolhetimtipoassimfolhetimtipoassimfolhetimtipoassimfolhetimtip...

EXTRA – A AUDIÊNCIA

As comunidades e os cidadãos consultados na audiência pública do “Refúgio Silvestre” da Marituba, antiga Fazenda Pirelli, foram unânimes em rejeitar o projeto do governo. Fundamental para isso foi a intervenção de um velho comunista, que ao se manifestar logo no início dos debates conseguiu virar o barco e direcionar a discussão.

Breve resumo das cinco horas de audiência:

Ministério Público Estadual e outras autoridades totalmente desaparelhados para discutir o assunto, mas foram se inteirando do problema durante a discussão. Ministério Público Federal ausente.

As comunidades de Marituba, Ananindeua e Benevides, que seriam as “beneficiadas”, disseram, por seus representantes, que não querem saber deste projeto de habitação.

Os moradores do quilombo do Abacatal, vizinhos históricos do novo parque manifestaram-se também de forma categórica, totalmente opostos a infeliz ideia.

Secretário do Meio Ambiente e o secretário de Assuntos Estratégicos do governo, sentindo a maré contrária, puxaram o time logo cedo. Os representantes do Museu Emilio Goeldi também não disseram coisa com coisa, entraram em contradição.

Todos os vereadores presentes rejeitaram a proposta.

Rejeição por unanimidade dos presentes, e se aprovou que a Unidade de conservação é indivisível, desaprovando o desmembramento da área para a realização de um projeto de habitação.

Ah! Vale dizer que a Cohab nem representante enviou para a discussão. Excesso de confiança, ou discordam também do projeto, talvez.

Finalizando, a secretaria de meio-ambiente ficou de marcar outra discussão, sine die.

=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=

O desespero da turma da SEMA é grande. Acharam que tinham “armado” e iam se dar bem. Mas por que toda esta pressa, o açodamento em realizar uma audiência menos de 5 dias depois de publicado o edital?

A razão é que o projeto vinha sendo tocado para 8.500 habitações, o que já seria inaceitável. Mas aí o Lula soltou mais uma grana do PAC para a governadora, para compensar a derrota na disputa pela subsede da Copa do Mundo.

Esta bufunfa extra dá para construir mais 6.500 unidades. O que fizeram os geniais planejadores do atual governo? Tomaram o projeto existente, apertaram de lá e de cá, na régua, compasso e na base do cuspe, aumentando o projeto para 15.000 unidades residenciais.

Absurdo!

O desespero que bateu neste povo ao final da reunião, depois de 5 horas de debates, é que a grana está prontinha para sair, e eles agora não tem mais um projeto. A SEMA não pode aprovar o que foi expressamente rejeitado em consulta publica, não é mesmo, senhoras e senhores do “Governo do Povo”?

A não ser que imponham o seu favelão ilegalmente, na marra, sem ouvir as populações afetadas pelo empreendimento, através do famoso “golpe da ata”.

Mas a rejeição unânime da plateia presente ao evento há de constrangê-los a não fazer isso. E os blogs estão de olho.

=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=

Representante do governo aflito, procura o velho comunista, para um pé de ouvido:

– E agora, como vamos fazer, o programa de habitação está com o dinheiro pronto para liberar, o presidente quer vir aqui…

– Parceiro, eu acho que o Lula não iria gostar era de ver uma manchete assim: “Projeto Minha Casa, Minha Vida, devasta a Amazônia!”, cortou logo o meu quase-tio André Nunes.

Postado por CJK às 19:33

Sobre André Costa Nunes

Glandeador cansado de 70 anos, mas "peleando barbaridade, con espadin muy corto, pero de frente para el enimigo". * Idade: 69 * Sexo: Masculino * Atividade: Ambiente * Profissão: ESCRITOR E SITIANTE * Local: Marituba : Pará : Bósnia-Herzegovina
Esse post foi publicado em Batalhas Renitentes. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s