CORAGEM DE MAMAR EM ONÇA.03

CORAGEM DE MAMAR EM ONÇA.03
andré costa nunes

De repente se passaram três anos.
Dia 30 de maio faz três anos que abrimos o Terra do Meio Restaurante Rural.

Não cabe o lugar comum “parece que foi ontem”. Não. Foram três anos,
mesmo. Nunca trabalhei tanto e com tanto prazer. Por vezes me
descobria menino. Adolescente, pleno de juventude e tesão. Lato sensu,
claro. Mas que passou rápido, passou. Aliás, como tudo que é
imensamente gostoso.

Tipo assim… orgasmo!

É claro que nem tudo foram flores. Houve tempo de angústias, de
solidão. Cheguei a fechar por uns dias. Odiei-me por isso, mas já me
esqueci. A porção boa, romântica, picaresca, prevaleceu. Esbanjou.

Empreender com ousadia, irresponsabilidade, partir pro foda-se, com
poesia, a perseguir um sonho é a minha cara.

E o pior, ou melhor, é que este certamente não será o último. Outros
sonhos estão permanentemente em gestação. Se terei tempo de pari-los,
é irrelevante. O sonhar é a essência.

Durante esse tempo não abri mão das minhas bandeiras. Velhas
bandeiras, novas lutas. O majestoso Xingu, o singelo Uriboca. Aquele a
espernear contra as grandes empreiteiras. O Uriboca e o Uriboquinha, frágeis, pequenos,
a lutarem contra a Máfia do Lixo.

Se por vezes pareci fraco, acovardado, terá sido apenas síndrome de I-Juca Pirama, como a dizer “me aguardem”. Don Quixote e o Curupira são
meus ícones.

Eu e a Esther agradecemos o apoio, as críticas, os elogios, os papos, não, os longos papos na beira do lago, à sombra da palha. Agredecimentos de montão, que não caberiam aqui, a toda galera do Facebook, do Twitter, do site do restaurante e deste blog.

Enfim, o Terra do Meio, como aquela outra, mesopotâmica, entre os rios
Xingu e Iriri, da minha paixão e da qual sou oriundo, tem uma única
missão:

FAZER AS PESSOAS FELIZES.

Tipo Assim…

Este slideshow necessita de JavaScript.


Largatudoevemtimborapracá!

Sobre André Costa Nunes

Glandeador cansado de 70 anos, mas "peleando barbaridade, con espadin muy corto, pero de frente para el enimigo". * Idade: 69 * Sexo: Masculino * Atividade: Ambiente * Profissão: ESCRITOR E SITIANTE * Local: Marituba : Pará : Bósnia-Herzegovina
Esse post foi publicado em Boca de Forno!, Terra do Meio. Bookmark o link permanente.

11 respostas para CORAGEM DE MAMAR EM ONÇA.03

  1. Sheila disse:

    Amei tudo! Que maravilha! Somos gente de sorte grande,por sermos Brasileiros principalmente.

  2. Paulo Bordallo disse:

    Prezado confrade ANDRÉ NUNES.
    Meus sinceros parabéns pelos três anos de sucesso deste aprazível
    lugar chamado “TERRA DO MEIO RESTAURANTE RURAL”, resultado do seu
    idealismo, capacidade e persistência.
    Um grande abraço,
    PAULO BORDALLO.
    Jornalista e fotógrafo profissional.
    Membro da Academia de Imprensa de Belém (AIB).

  3. Aluísia disse:

    Buááááááááá!!!!!!
    Tio André, meu sogro amado e querido, o senhor me levou às lágrimas!
    Não sei se estou com minha sensibilidade à flor da pele, … mas, pude sentir uma profunda e sincera emoção em suas palavras … Putz!!!! … Já lagrimei de novo! Afffff
    Apesar de nem tudo sem flores nessa vida, acho que o senhor vem sendo tratado dentro de um “barril de carvalho” … não?!?!😉
    Que Deus (o senhor sabe de Quem estou falando), lhe conserve com sua essência, permitindo viver com seus sonhos permanentemente em gestação, coberto de saúde, e com seu tempo certo para parí-los!!! … Acho até que faço parte desses sonhos!!! kkkk (Com os olhos cheios de lágrimas)
    Tio, parabéns por todos os sonhos já realizados!
    Parabéns ao senhor, à tia Esther e a toda equipe do “Terra do Meio”, por mais um ano de dedicações, conquistas e de missão cumprida: “FAZER AS PESSOAS FELIZES!!!!”
    … Sabemos que não é tão fácil, quanto possa parecer! … Agradar a todos, é algo à beira do impossivel! … Mas, satisfazer a maioria, acho que já está valendo a pena!😉

    VIVA O “TERRA DO MEIO”!!!!!!!!!

    Sua nora, sei que também, amada e querida, Aluísia (Lú)

  4. Amelia disse:

    parabéns, tio, vc é mil……
    bjns prá tia e prá vc, que amo

  5. Jaime Cuéllar Velarde disse:

    Caro André

    Passo pelo Folhetim sempre que sou alertado sobre as novidades. Fico feliz e inspirado pelo estilo da escrita. Obrigado! E como a temporada do espetáculo Batista encerrou com muito sucesso sua temporada, no Sesc Boulevard, fiquei pensando por que não escrever algo para levar pros palcos? Pense nisso!
    Parabéns pela coragem em olhar nos olhos da onça da Terra do Meio… que a bicha se amanse mais com tua presença.

    Em tempo: minha dissertação está em fase final de acabamentos. Até o fim de junho serei Mestre se assim o quiser o Grande Arquiteto.

    Abração

    Jaime Cuéllar Velarde – Historiador

  6. Maurício José da Silva disse:

    Caro maigos o lugar é deslumbrante, agradavel e a comida maravilhosa, parabéns pelos três anos e que venham muitos outros abraços maurício.

  7. Maurila disse:

    Muito sucesso ao Terra do Meio!

  8. Pingback: CORAGEM DE MAMAR EM ONÇA.03 | O puro conteúdo é consideração…

  9. Graca disse:

    Infelizmente nunca fui a seu restaurante e dele tomei conhecimento através do seu filho – dr. André Nunes – a quem tive o prazer de conhecer em janeiro de 2011 em Belém. Ele foi quem devolveu a saúde de minha mãe, após permanencia de 15 dias entre a vda e a morte em uma UTI daquela bela cidade. Sempre que me chegam novidades do Tipo Assim…, fico dando mais asas à minha fantasia e me flagro imaginando o quanto deve ser bom ter esse apego a raizes e estar sempre rodeado dos amigos de sempre. Digo isto porque vivo longe de tudo isso….
    Ao ler este último folhetim, vi que havia um convite “largatudoevemtimborapraca” e como já fiz isso algumas vezes na vida, confesso e testemunho que nunca me arrependi e se hoje acho que carrego alguma sabedoria e uma paixão avassalaora pela vida, é porque nunca tive medo de experimentar, de sentir-me sempre como uma artesã do meu cotidiano.

    • André Costa Nunes disse:

      Querida Graça,
      Muito obrigado pelo seu comentário. Parece que você é do time, por isso,
      “largatudoevemtimborapracá”,
      Um abraço do tamanho do Xingu,
      andré, pai.

  10. Francirene Dória disse:

    Saudades deste pedaço de paraíso!!!
    Dá uma vontade de ir embora prái para curtir a natureza e um dedinho de prosa.
    Beijossss….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s